Em várias alturas na nossa vida, já nos sentimos presos dentro de uma “bolha” de stress. A pressão que sentia-mos deixava-nos um desconforto que não sabemos tanto explicar como resolver. No artigo de hoje vou apresentar algumas técnicas para que o stress não tome conta de nós em momentos como esse, e assim, conseguir atuar e mesmo viver com mais calma e tranquilidade.

O que é o stress?

Não deixe que o stress seja mais forte que você
Não deixe que o stress seja mais forte que você

Antes de perceber como combater o stress, temos de compreender o que ele é. O stress é uma resposta de autodefesa do organismo quando nos deparamos numa situação de pressão. Como resultado dessa pressão, é libertado para o nosso corpo uma hormona chamada cortisol. Esta hormona, também conhecida como hormona do stress induz o nosso corpo uma resposta de “luta ou fuga”. Em seguida, o nosso corpo, como resultado dessa hormona, vai ter o batimento cardíaco acelerado, uma maior pressão arterial, uma respiração mais rápida e uma contração muscular. Todas estas alterações ocorrem com um só objetivo – combater a ameaça e impedir que essa mesma ameaça nos agrida.

O stress é mau?

Sim e não. O nosso corpo está preparado para lidar com situações de algum stress e consequentemente otimizar algumas das nossas funções corporais para lidar da melhor forma com essa ameaça.

O que o nosso corpo não está preparado é para situações de médio e longo prazo. Nessas situações, vai haver uma libertação contínua de cortisol, que vai acabar numa desregulação do nosso organismo. Assim sendo, vão surgir sintomas tais como:

  • Dores de cabeça
  • Insónias
  • Dores no corpo e pressão arterial alta
  • Nervosismo e comportamentos nervosos, como por exemplo roer unhas
  • Dificuldades em descontrair
  • Baixa auto-estima
  • Ansiedade
  • Confusão mental
  • Perda de memória
  • Falta de concentração
  • Consumo de tabaco, álcool ou drogas.
  • Mudanças de apetite

Todos esses sintomas vão ser resultado não só do cortisol em circulação, assim como de outro sintoma que já sentimos. Por exemplo, o nervosismo não é um sintoma do cortisol em si, mas sim da ansiedade permanente. Da mesma forma que o consumo de tabaco, álcool ou drogas é uma forma que acabamos por encontrar na tentativa de “fugir” a esse stress.

Técnicas para combater o stress

Identificar as causas do stress

O stress continuado pode acabar numa depressão - cuide de si
O stress continuado pode acabar numa depressão – cuide de si

Mais importante do que qualquer técnica para combater a pressão acumulada no nosso corpo, é entender a sua origem. De nada serve criar-mos “atitudes” que reduzem o problema, se a fonte que o cria, continua a criar. Da mesma forma que muitas vezes um medicamento trata os sintomas em vez de o problema em si, no combate ao stress temos de procurar impedir a sua origem em vez de reduzir os seus sintomas e consequências. Assim sendo, identifique as suas causas e se possível, elimine-as.

Claro que vai haver vezes que não dá para evitar, como o stress do trabalho, ou o stress de finanças. Há coisas inevitáveis. Porém, há sempre uma ou outra forma de reduzir essas “fontes”. Mas isso já depende de cada caso, cada pessoa e a sua respectiva rotina.

Aprenda a dizer não e respeite-se

Muitas vezes, quer seja com patrões, amigos e familiares, acabamos por não conseguir dizer aquele não. Acabamos fazendo muitas coisas que nos deixam mal e desconfortáveis. Cada situação é uma situação, mas vai haver algumas que simplesmente dizer sim vai deixá-lo bastante mal. Antes de se sobrecarregar com favores e pedidos, pense no seu bem-estar e questione se o deve realmente fazer. Se você não se tratar como a sua prioridade, ninguém o vai fazer.

Exercício físico

Caminhe e relaxe - perca peso com algo simples como caminhar na praia
Caminhe e relaxe – reduza o stress com algo simples como caminhar na praia

Uma das melhores formas de aliviar todo esse stress acumulado continua a ser nada mais, nada menos que a prática de exercício físico. Claro que há exercícios melhores que outros neste sentido. Uma caminhada acaba por ser muito mais relaxante que uma hora no ginásio. O que acontece no ginásio, principalmente em treino com pesos, o treino em si vai gerar tensão. Por isso procure um exercício relaxado para combater o cortisol em excesso no organismo.

Pratique a sua respiração

Da mesma forma que as situações de pressão e o cortisol libertado no organismo faz com que a sua respiração seja mais rápida e ofegante, respirar de forma lenta e calmada transmite ao seu cérebro a mensagem oposta. E também o pode fazer ao longo do dia. Ao faze-lo, vai “dizer” ao seu cérebro que está tudo sobre controlo. Mas os benefícios de respirar lento e profundo não ficam apenas por aqui, ao faze-lo vai também ocorrer uma correta oxigenação do cérebro e como consequência disso vai conseguir pensar com mais clareza ao longo do seu dia.

Ocupe a mente

Relaxe a sua mente descansando
Relaxe a sua mente dormindo

Normalmente quando estamos stressados, acabamos “às voltas” numa roda de pensamentos. Durante horas, toda a nossa atenção está virada para os nossos pensamentos, e dessa forma, acabamos o dia esgotados e stressados. Por outro lado, pode se forçar a desligar temporariamente desses pensamentos com outras distrações. Elas variam de pessoa para pessoa, como é óbvio. Porém, entre coisas como ler um livro, jogar um videojogo, meditar ou muitas outras coisas, de certeza haverá alguma que o faça esquecer aquilo que está a consumir os seus pensamentos.

Cuide do seu descanso

Quando descansámos, oferecemos ao nosso corpo o tempo necessário para ele se recuperar. Isto acontece tanto a nível físico, bem como nível psicológico. Por essa razão é tão importante cuidar do seu sono. Dessa forma, ao descansar também vai recuperar do stress que sentiu durante o dia.

Veja também: 5 dicas para dormir melhor

Administre melhor o seu tempo

Muitas vezes, a causa do stress é fazer tudo a correr por falta de tempo. Todas as pessoas, num dia tem as mesmas 24 horas e eu próprio vejo pessoas que são de longe mais atarefadas que eu, mas conseguem fazer tudo e ainda lhes sobra tanto ou mais tempo livre que eu. Porque? A resposta é muito simples: essas pessoas conseguem ser mais organizadas. Comece por fazer uma lista do que tem de fazer durante o seguinte dia, quer seja em papel, quer seja de memória. Em seguida estabeleça prioridades. Preencha o seu dia com as coisas conforme a ordem de prioridades e em seguida, vá adicionando as coisas menos importantes. Assim verá que não lhe vai faltar tempo para o que realmente importa e vai deixar de perder muito tempo com coisas que acabam por ser menos importantes.

Conclusão

Como pudemos ver, muitas vezes andamos stressados por falta de combater tanto o problema, como a causa. Se o fizermos, a longo prazo vamos viver com mais saúde e calma, e todos os nossos dias, serão dias melhores. Viva melhor, viva com saúde.